Perguntas e respostas sobre a fusão da JBC com a Cia das Letras

Confira o resumo do programa JBC Live #01 sobre a JBC e a Companhia das Letras

Na noite de sexta-feira, o JBChannel trouxe de volta o programa ao vivo no YouTube, desta vez para abrir espaço de interação com os leitores no programa JBC Live #01. O tema da conversa foi a notícia da fusão da Editora JBC com a Companhia das Letras, maior grupo editorial do Brasil (contamos aqui neste outro post).

No início do programa, a diretora-geral Marina Shoji explicou como foi o processo até chegar ao acordo de fusão com o grupo editorial Companhia das Letras. Mesmo com o cenário positivo para o mercado editorial, estamos vivendo um momento econômico negativo, o que gerou uma previsão de retração para este ano. Ao observar o ano de 2021, a Editora JBC lançou 194 volumes de mangás impressos no mercado, sendo 100 volumes novos e 94 reposições.

A solução encontrada para manter este cenário foi unir forças por meio da fusão com a Companhia das Letras, que já tem um histórico de outras aquisições e que se mostraram positivas, a fim de melhorar o que vem sendo feito até agora. Entre outros itens do acordo, ficou definido que a JBC terá autonomia na gestão, manterá os selos (Start! e JBStudios) e manterá o legado da história da JBC.

O gerente de conteúdo Marcelo Del Greco ressaltou também que esse processo de mudanças será gradual, a médio e longo prazo.

Para participar do programa, alguns canais de mídia e leitores enviaram perguntas com as dúvidas que surgiram com a notícia.

Haverá mudanças na periodicidade dos mangás?

Os próximos lançamentos já estão sendo discutidos, e alguns títulos mais urgentes devem aparecer em breve. Sobre reimpressões, a Companhia das Letras tem um política de evitar que títulos fiquem fora do catálogo, com o intuito de mantê-los sempre disponíveis para compra. No primeiro momento, não é possível imprimir tudo de uma vez, mas esse movimento tende a ser gradual. É importante lembrar que existem fatores externos do mercado como um todo, por exemplo, a questão da falta de insumos, inflação etc.

E na distribuição dos mangás?

Em um primeiro momento, nada muda. A rede de lojistas parceiros e livrarias continua. A expectativa é que ela aumente com a otimização da distribuição, mas ainda é cedo para afirmar, pois ainda não temos muitos dados específicos.

Haverá mudanças no foco das publicações, na escolha de novos títulos e de projetos?

A ideia é aumentar ainda mais as opções.

Haverá mudanças nos preços dos mangás?

Não terá alteração. A ideia é diminuir o impacto do custo dos insumos no valor final do produto.

JBC continuará sendo a JBC, ou terá uma mudança de identidade?

A JBC continua como JBC em gestão e marca. A marca se tornou referência em mangás no Brasil.

Os mangás da JBC vão voltar para as bancas?

É pouco provável. Da maneira como se trabalha hoje, a distribuição combina muito mais com o formato das livrarias. Por conta disso, é muito difícil que haja esse retorno às bancas como antigamente.

As assinaturas vão voltar?

Sim! Por conta da falta de periodicidade foi feita uma pausa. Mas a ideia é que isso se ajuste e elas voltem em um novo formato.

Assista ao JBC LIVE #01

Continue acompanhando as atualizações no Blog da Redação, nas redes sociais e não se esqueça de se inscrever no JBChannel para receber as notificações dos novos episódios.

JBChannel no YouTube

.: Inscreva-se no canal

Redação JBC Redação do site Editora JBC e dos Mangás JBC
Newsletter Receba as Novidades por E-mail!
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.