BMA - Brazil Mangá Awards

Falando sobre 'Starmind'

Conheça um pouco do que os avaliadores falaram sobre 'Starmind' um dos vencedores do primeiro BMA.

Junto com o primeiro Henshin Mangá, tivemos a publicação das histórias vencedoras e dentre elas está ‘Starmind’, uma das mais comentadas pelos avaliadores desta edição do BMA (Brasil Mangá Awards).

Somos apresentados ao pequeno Arthur, que apenas deseja ser inteligente e tirar boas notas, quem é a criança que nunca quis isso? O que muda tudo é quando o desejo do pequeno é realizado, e claro, com o poder vem também o legado e sua missão.

Com uma narrativa simples, os autores Daniel Ferreira (Toppera) e Ricardo Tokumoto (RYOT) surpreenderam os avaliadores “o pedido para uma estrela cadente para ser mais inteligente é o fio do enredo, mas se isto é bom ou não, é o leitor quem vai julgar”, relata professora e Dra. Sonia Luyten que fez parte da banca de avaliações.

Segundo Cassius Medauar, este foi um dos trabalhos favoritos desde o começo “desenho incrível, roteiro inteligente, ágil e com um belo começo, meio e fim. Starmind foi a única história de todas que recebemos que já estava absolutamente pronta para ser publicada por qualquer editora”, declara o editor.

“Starmind tem aquilo que todos mangás almejam, mas poucos possuem”, avalia Fábio Yabu, que segue explicando como a narrativa o prendeu do inicio ao fim “mistura Nietzsche com Foucault e Street Fighter e dá um combo na chatice”, declara com referências a obra e suas inspirações.

Como todo cuidado é pouco, Arnaldo Oka comenta sobre os perigos do uso de um roteiro e arte em mosaico de estilos “Acho que é imprescindível manter a coerência do traço com a história que se quer contar”, deixa o alerta.

Confira abaixo a história completa, se encante e nos diga o que achou de ‘ Starmind’.

Newsletter Receba as Novidades por E-mail!