Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya) de volta às bancas em janeiro!

09.12.2011 O Santuário vai tremer com as aventuras originais dos lendários Defensores de Athena, de volta em novo formato!
Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya)

Prepare-se para elevar seu cosmo até o sétimo sentido com mais uma novidade da Editora JBC. Em 2012, Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya), o mangá que deu origem ao maior fenômeno dos animes no Brasil, volta às bancas em novo formato.

As batalhas épicas de Seiya, Shiryu, Hyoga, Shun e Ikki contra as forças do mal chegam em janeiro, em edições mensais no formato tankobon, respeitando a versão original japonesa.

A origem

Cavaleiros do Zodíaco foi lançado em 1986 no Japão, nas páginas de uma das mais prestigiadas revistas de mangás, a Weekly Shônen Jump (editora Shueisha). De autoria do ilustrador e roteirista Masami Kurumada, a trama inovou ao mesclar elementos da mitologia grega com heróis trajados em armaduras inspiradas nas constelações zodiacais, arrebatando uma legião de fãs e admiradores.

No mesmo ano, a série ganhou sua primeira adaptação para desenho animado, com 114 episódios, além de quatro longas-metragens.

Em 2002, o arco final das batalhas de Seiya e seus amigos contra o Imperador do Inferno, Hades, foi transportado para anime em três partes – Santuário, Inferno e Elíseos. Além deles, Cavaleiros do Zodíaco também ganhou uma aventura inédita para os cinemas em 2004, em O Prólogo do Céu. Recentemente, Masami Kurumada anunciou a produção de mais um filme da série, desta vez em computação gráfica, para marcar os 25 anos da obra no Japão, além de um novo jogo on-line com os heróis.

Outros mangás atrelados ao universo dos Defensores de Athena também foram lançados, entre eles Os Cavaleiros do Zodíaco – Saint Seiya: The Lost Canvas – A Saga de Hades (de Shiori Teshirogi) e a continuação direta da trama original, Os Cavaleiros do Zodíaco – Saint Seiya: Next Dimension – A Saga de Hades, escrito e ilustrado pelo próprio Masami Kurumada.

Sucesso Absoluto

Não foi apenas na televisão que Cavaleiros do Zodíaco foi sucesso. Em 1991, uma das mais populares bandas de pop japonês, a SMAP, deu vida aos Defensores de Athena em um musical inspirado em suas aventuras, algo muito comum entre os títulos de grande sucesso no Japão.

Quase 20 anos depois, o espetáculo foi novamente realizado e mais uma vez atraiu a atenção do público e da mídia japonesa, com transmissões via internet pelo site Nico Nico Douga e disponibilizado em DVD no final de 2011.

A Bandai, companhia japonesa montadora de brinquedos, ainda produziu a linha de bonecos dos personagens da série, que também se tornou hit entre as crianças e colecionadores do mundo inteiro. A fabricação e produtos dos Cavaleiros do Zodíaco continua até hoje com as luxuosas coleções Saint Seiya Cloth Myth.

Seya e seus amigos também tiveram suas batalhas transpostas para o videogame. O primeiro foi lançado ainda para o Nintendo 8 bits. Depois os Cavaleiros ganharam 2 jogos para o PlayStation 2, e um novo para o PlayStation 3 em 2011.

Febre no Brasil

Cavaleiros do Zodíaco foi um verdadeiro fenômeno de vendas no mundo, sendo publicado e exibido na França, Itália, Espanha, México, Peru, Argentina e Chile. No Brasil, o anime começou a ser transmitido em 1994, na extinta Rede Manchete, e deu início a uma verdadeira invasão de desenhos japoneses no país.

A saga dos Cavaleiros de Bronze fez tanto sucesso entre o público, que na época de sua exibição era possível encontrar bonecos, fantasias e até mesmo a trilha sonora exclusiva em português, nas lojas de todo o país. O desenho foi reprisado durante anos na emissora, para depois ser reexibido redublado no canal pago Cartoon Network e Bandeirantes, dessa vez com as músicas originais de abertura e encerramento interpretadas por Edu Falaschi, vocalista da banda de power metal nacional Angra. A nova dublagem, realizada nos estúdios da Álamo, teve a tradução feita pela equipe de mangás da JBC.

O anime também causou febre nas videolocadoras dos anos 90, com o lançamento dos filmes em VHS. Em 2004, a distribuidora PlayArte trouxe a série clássica em DVD; seguido do lançamento da versão animada da Saga de Hades, em 2006, e do inédito especial O Mito dos Cavaleiros Renegados, em 2011.

Já a Focus lançou a animação de Cavaleiros do Zodíaco – The Lost Canvas, também com tradução da equipe da JBC.

Agora, em 2012, a Editora JBC passa a publicar o mangá clássico Cavaleiros do Zodíaco pela primeira vez no Brasil no formato tankobon, com média de 200 páginas por edição.

A História

A lenda conta que desde épocas mitológicas um grupo de corajosos jovens protegiam Athena, a Deusa da Guerra, em suas árduas batalhas contra as forças malignas que tentavam dominar a Terra. Estes jovens valorosos eram chamados de Cavaleiros de Athena. Provindos de todas as partes do mundo e dotados de verdadeira força e coragem, eles surgem sempre que a paz na Terra é ameaçada.

Nos tempos atuais, um novo grupo desses jovens guerreiros foi reunido. Entre eles está Seiya, cuja constelação protetora é a de Pégasus, o cavalo alado. Após conseguir sua Armadura Sagrada no Santuário de Athena, na Grécia, Seiya volta ao Japão para cobrar a promessa feita por Mitsumasa Kido, o falecido fundador da Fundação GRAAD – que anos atrás enviou várias crianças órfãs para diversas parte do mundo para se tornarem Cavaleiros – de reencontrar sua irmã Seika caso conseguisse cumprir seu objetivo.

Porém, Mitsumasa faleceu, e agora é sua neta Saori quem recepciona o rapaz e lhe faz uma proposta: se ele se sagrar vencedor da Guerra Galáctica – um torneio entre os Cavaleiros de Bronze disputando a Sagrada Armadura de Ouro de Sagitário – ela não medirá esforços para ajudá-lo a rever sua irmã desaparecida.

Mas o que eles não sabem é que a Guerra Galáctica servirá apenas de estopim para o início de uma dura jornada repleta de poderosos inimigos e deuses mitológicos malignos.

Ao lado de seus leais amigos – Shun, Shiryu, Hyoga e Ikki – Seiya terá pela frente os Cavaleiros de Negro, os Cavaleiros de Prata, os Cavaleiros de Ouro, o Deus dos Mares Poseidon e seus Generais Marinas e, o último e maior desafio, Hades e seu exército de Espectros.

Personagens

Seiya de Pégasus – É o Cavaleiro de Bronze de Pégasus e protagonista da história. Ainda pequeno, foi separado de sua irmã Seika quando viviam no orfanato e enviado à Grécia por Mitsumasa Kido para se tornar um Cavaleiro. Lá, recebe o treinamento de Marin, e também faz muitos inimigos, como a poderosa amazona Shina. Depois de ganhar a Armadura de Pégasus, Seiya volta ao Japão e participa da Guerra Galáctica. É um garoto corajoso e o mais importante guerreiro de Athena, vencendo todos os adversários que se colocam em seu caminho, por mais invencíveis que pareçam ser.

Saori Kido/Athena – É a reencarnação da deusa Athena. Antes de despertar como divindade, era apenas uma garota mimada, que abusava de sua posição de neta de Mitsumasa Kido para cometer desmandos nos órfãos sob a guarda da Fundação Graad, especialmente Seiya. Com o passar do tempo, se torna uma mulher justa e sábia, sempre disposta a se sacrificar pelo bem da humanidade.

Shiryu de Dragão – Um dos mais poderosos Cavaleiros de Bronze e grande amigo de Seiya, Shiryu completou seu treinamento na China, guiado pelo sábio Mestre Ancião. Apesar de ser calmo e reflexivo, torna-se extremamente mortal caso ameacem seus amigos. Quando seu cosmo se eleva ao máximo, a imagem de um dragão surge nas costas de Shiryu. Sua armadura de Dragão é conhecida por possuir o punho e o escudo inquebráveis.

Hyoga de Cisne – O Cavaleiro de Cisne treinou nas montanhas da Sibéria, em temperaturas abaixo do zero absoluto. Assim como seus golpes congelantes, Hyoga parece ter um temperamento frio, mas, no fundo, nutre muito apreço por seus amigos e principalmente por sua mãe, que faleceu quando ele ainda era muito pequeno.

Shun de Andrômeda – Apesar de ser um habilidoso Cavaleiro, Shun é contra a violência, preferindo sempre resolver as coisas de forma pacífica. Sua constelação protetora é a de Andrômeda, baseada na personagem da mitologia grega que foi amarrada à uma pedra no meio do mar por fortes correntes; por isso, sua armadura possui duas correntes, uma especializada em defesa, e a outra em ataques. É o irmão mais novo de Ikki.

Ikki de Fênix – Irmão mais velho de Shun, Ikki é considerado o mais forte dos Cavaleiros de Bronze. Protegido pela constelação de Fênix, a ave que renasce das cinzas, a cada vez que se encontra perto da morte, Ikki ressurge ainda mais poderoso. Apesar de se recusar a andar com a turma de Seiya, está sempre à espreita, pronto para entrar em ação e ajudar seu irmão e companheiros.

O Autor

Exatamente pela criação de Cavaleiros do Zodíaco, Masami Kurumada se tornou um dos autores mais famosos do mundo. Porém, em seu país de origem, Kurumada já havia alcançado notoriedade nos anos 70, quando lançou sua primeira obra – Ring ni Kakero.

Hoje, aos 57 anos, o roteirista e desenhista já coleciona outros sucessos como Fuma no Kojiro – Os Guardiões do Universo e B’tX, este publicado no Brasil pela JBC. Além disso, Kurumada finalizou recentemente Ring ni Kakero II e ainda assina os spin-offs de Cavaleiros do Zodíaco – The Lost Canvas, ao lado de Shiori Teshirogi, título atualmente publicado em português pela JBC; e Episódio G, em parceria com Megumu Okada. Seu grande sucesso atual é Next Dimension, também lançado no Brasil pela Editora JBC.

Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya) chega às bancas a partir de janeiro, em vinte e oito volumes de periodicidade mensal, no formato tankobon, pelo preço de R$10,90 cada.